quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

Crítica de Filme - As Aventuras de Pi


Não li o livro ainda, e mesmo assim, fui assistir As Aventuras de Pi, adaptação cinematográfica de Ang Lee do livro A Vida de Pi de Yann Martel, lançado aqui no Brasil pela Editora Nova Fronteira e que por causa do filme ganhou uma edição comemorativa com o poster da adaptação. Eu tinha grandes expectativas quanto ao filme. Pelos trailers lançados, dava para sentir que seria sim um filme extraordinário. E foi. A história de As Aventuras de Pi é emocionante, surpreendente, tocante e inacreditável.


As Aventuras de Pi : foto Suraj Sharma

O filme tem um pouco de humor para aliviar a tensão, desde a explicação do nome Pi e algumas outras cenas durante o longa. Mas isso é apenas um dos elementos de As Aventuras de Pi, pois o enredo do filme é bem equilibrado. Na verdade, o título nacional As Aventuras de Pi não chega a ser o mais correto. Acho que A Vida de Pi, como o original Life of Pi, seria o mais certo, pois a história conta a vida de Pi Patel, desde sua infância, a adolescência, e finalmente quando já está adulto, mesmo que sua juventude predomine boa parte do filme.

As Aventuras de Pi : foto

Enfim, o pai de de Pi é dono de um zoológico em Pondicherry, na Índia, mas após muitos anos, a família decide vender o negócio por causa do pouco incentivo local da prefeitura. Eles se mudariam para o Canadá e lá refariam a vida, mas no navio em que viajavam, durante uma noite, naufraga, e apenas Pi consegue sobreviver em um bote salva-vidas... acompanhado de uma zebra, um orangotango, uma hiena e um tigre de bengala chamado de Richard Parker. E é ai que toda a aventura começa em alto mar, e Pi terá que sobreviver contra tempestades, falta de alimento e a companhia de um tigre faminto.

As Aventuras de Pi : foto Irrfan Khan, Rafe Spall

Quando o filme começa, passa-se alguns lindos minutos mostrando a natureza, animais, e são gravações maravilhosas, e você já fica encantado já no começo. Pois bem, um dos pontos altos do filme é a natureza. São cenas surpreendentes que Ang Lee encaixou no longa de forma muito bem feita, um espetáculo da natureza de deixar qualquer um de boca aberta.

As Aventuras de Pi : foto Suraj Sharma

A única coisa que não gostei mesmo foi o 3D. O filme poderia ter sido rodado normal, pois ele já é extraordinário, possui uma fotografia e cenas brilhantes, cenários maravilhosos e uma estética muito boa. O 3D apenas chegou para engrandecer todo o espetáculo cinematográfico, mas essa tecnologia não era precisa. É claro que fica bem mais legal assistir com os famosos óculos e vê tudo saltar em sua direção, mas As Aventuras de Pi sabe-se virar do seu próprio jeito, e não se agarra ao 3D. Por isso, pra quem quer assistir o filme em terceira dimensão, recomendo que não faz diferença ver no estilo normal ou com essa tecnologia avançada. Não chega a ser dinheiro jogado fora, mas não existe problema em assistir esse filme em versão normal.

As Aventuras de Pi : foto Adil Hussain, Gérard Depardieu

Pi - interpretado pelo talentoso Suraj Sharma - é um personagem bem construído e o ator não é forçado em nenhum momento. Pi Patel convence desde o início, e logo estamos torcendo pela sua sobrevivência e nos encantando pelas situações que ele passa, seja as vezes se emocionando ou rindo de certas cenas. Pi é um protagonista inesquecível, e o grande coadjuvante do filme é um tigre de bengala que se chama Richard Parker. Tem certas coisas que não posso dizer aqui na crítica pois será spoiler, como o por que do filme, durante toda jornada ter apenas como personagens fixos mesmo Pi e Richard, já que na sinopse havia um orangotango, uma zebra e uma hiena. A explicação vem logo no início do naufrágio, e é chocante, mas Ang Lee soube dosar certas cenas, mas sempre dando a entender o que estava acontecendo.

As Aventuras de Pi : foto

Por fim, encerro a crítica recomendando 100% As Aventuras de Pi. Talvez você não vai chorar mil litros de lágrimas - ou talvez sim - mas você vai se emocionar, viver e experimentar tudo aquilo que Pi Patel e seu peculiar companheiro Richard Parker passaram. Você irá rir e gargalhar em alguns momentos, as vezes ficar aflito em certas partes. Mas quando você sair do cinema, você se sentirá diferente, pois As Aventuras de Pi é uma história extraordinária. Talvez muita gente ache que o filme é uma grande fantasia e mentira... mas como a frase do poster diz - o que é verdade: Acredite no Extraordinário...

As Aventuras de Pi : foto Suraj Sharma

Ficha do Filme:

As Aventuras de Pi
Lançamento: 21 de Dezembro de 2012
Dirigido por: Ang Lee
Com: Suraj Sharma, Irrfan Khan, Adil hussain
Duração: 2h 7min
Gênero: Aventura, Drama
Nacionalidade: EUA

19 comentários:

  1. já assiste esse filme e é lindo! me emocionei :-) é diferente das coisas que a gente vê nos cinemas por aí, uma forma diferente e inovadora de nos fazer refletir questões como religião, vida e morte, Deus... muito bom!

    ResponderExcluir
  2. Quero muito ver esse filme, sua resenha só me deixou ainda mais empolgada. Vou ver esse filme ainda essa semana, também gostaria de ter lido o livro antes, mas tudo bem, acontece.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Haha, é mesmo, mas ainda vou ler o livro pois disseram que há mais situações com os personagens. Deve ser maravilhoso!

      Excluir
  3. Sinceramente, tinha uma expectativa maior para o filme. Não vou dizer que o é de todo ruim, uma vez que certas cenas são impressionantes, entretanto creio que foi muito estardalhaço para um enredo monótono. Nas divulgações mais exageradas o filme é até apontado como o novo avatar (que, tirando a criatividade dos personagens, também é a velha história dos filme de aventura conhecida por todos). No resumo da ópera, o filme não é nada mais que regular. Ponto positivo para a interpretação do protagonista de Pi Patel, muito natural, e também pela interação humano-animal como personagens.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara, na boa, você não entendeu o filme. Veja novamente, se precisar veja mais uma vez. Esse filme tem intertexto, varias historias contidas numa soh, metáforas cinematográficas e filosóficas.

      Excluir
    2. Olha, eu não me lembro do comercial de "Novo Avatar", mas acredito que se houve isso mesmo foi no sentido de estética, cenário e fotografia, pois sim, foi um "Novo Avatar" literalmente. É só perceber a beleza da natureza, os brilhos, as cenas fantásticas... Avatar possuía tudo isso, então acredito que uma parte do seu comentário Guilherme, é inválido. O filme também não é monótono. E se for, é preciso, pois "Pi" não é apenas um filme de aventura. O gênero também se encaixa em drama, então depende de você saber o que é drama, que no filme ficou algo mais filosófico e de questões para reflexão. Ou seja, concordo com o Anônimo acima, você precisa assistir de novo "As Aventuras de Pi". Respeito sua opinião, é sua, não posso mudar, mas eu acredito em uma coisa.

      Excluir
    3. E respondendo ao Anônimo, é tudo isso o que você disse."Pi" tem metáforas, reflexões, conhecimentos escondidos, e basta cada um consigo mesmo entender. Gente, "Pi" é aventura. Sim. Mas ele é drama. Está no gênero dele "DRAMA". Ok, basta dizer isso.

      Excluir
    4. Realmente, as pessaso que disserem que o filme é ruim, é pq não entenderam nada. O filme na verdade é uma parábola, como aquelas que Jesus usava ensinar a seus discípulos, na realidade, o tigre representava a humanidade, e o Pi representava Deus, quando vc assiste, vc logo diz: PQ ele não mata este tigre? Ele está fazendo mal p ele.
      Mas ao invés de matar o tigre, ele se afasta, mas nunca deixa de cuidar dele, mesmo sabendo que o tigre não tem amor p ele.
      E é assim mesmo que acontece c Deus, a gente quando vê um ser humano mal, a gente logo pensa : Pq Deus não tira a vida dessa pessoa?
      Mas Deus, assim como o Pi, continua cuidando do tigre ( nós)mesmo quando nós viramos as costas p Ele. E vc vê q no filme, quando o tigre estava na pior, ele permitiu que o Pi se aproximasse dele e o colocasse no colo, ou seja, Deus se aproxima da gente, se nós deixarmos. Aí o filme segue, e quando eles chegam na ilha, ele podia mt bem ir embora sem o tigre, mas ele não saiu de lá sem levá-lo. E no fim, quando eles conseguiram chegar num local seguro, o tigre simplesmente foi embora sem olhar p trás. é assim que muitas pessoas fazem c Deus, Permitem que Ele entre na sua vida durante uma tempestade, e aí quando consegue vencer, Simplesmente vai embora sem ao menos olhar p Deus e dizer: Obrigado!
      é essa a mensagem do filme.

      Excluir
  4. GENTE! EU ADOREI PI, E FIQUEI COM EXTREMA VONTADEE DE ASSSISTIR DENOVO! NÃO LI O LIVRO, MAS VOU LER O LIVRO. DEVE SEER LINDOO!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também adorei, e ainda irei ler o livro. Disseram que há mais cenas e situações com os personagens no livro original :D

      Excluir
  5. Oi..

    É uma pena esse filme não ter entrado em cartaz aqui na minha cidade ainda. Parece ser lindo e emocionante.
    Quero muito, muito assistí-lo!

    João Victor, Amigo do Livro
    amigodolivro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É lindo e emocionante, haha... quero ler o livro!

      Excluir
  6. Achei lindo o Filme só não entendi direito o final qual era a história verdadeira?

    ResponderExcluir
  7. achei o final tão lindo.Não sei se entendi direito mas ele comenta isso mesmo.. tem 2 histórias em qual vc acredita? e o jornalista diz que acredita na história do tigre e então ele diz que o msmo vale para Deus. Ou seja..as pessoas costumam acreditar no óbvio( a historia cm as pessoas) do que no impossível( a historia do tigre)..
    A história verdadeira é a do tigre mas ngm acreditou nele então ele trocou os personagens para as pessoas aceitarem.
    E tbm entendi que tudo é reflexo dos sentimentos dele ..exatamente como o pai dele comentou quando ele quis alimentar o tigre na jaula. Pois as tuebulencias e tempestades que eles passaram refletia os sentimentos que ele tinha..e quando ele finalmente se entrega para Deus e diz que está pronto aparece a calmaria(uma ilha cheia de alimentos para reabastece-lo).. o tempo todo pode-se observar o reflexo dos sentimentos dele nas aventuras que ele passa.. o universo age assim refletindo os nossos sentimentos.
    Nossa,se prestar atenção o filme demonstra tanta coisa..é tanto conteúdo para ser entendido..
    Eu pelo menos vi a abordagem de bastante assunto: Deus,fé,destino..
    enfiim..
    se tiver percepção para captar as mensagens que o filme dá vai sair de lá emocionado cm a história.. e se não tiver curta o cenário que tbm é mto lindo.

    ResponderExcluir
  8. assisti o filme ontem e me emocionei muito..e uma obra prima em todos os sentidos:enredo,fotografia,interpretaçoes,e principalmente direçao.um filme pra se ter em casa na sua coleçao...uma perola da setima arte

    ResponderExcluir
  9. Assisti o filme ontem e simplismente amei ! *-* Chorei, ri, levei sustos, e me encantei. Filme perfeito.

    ResponderExcluir
  10. O livro é prazeroso de se vislumbrar... Todavia o filme tem seus efeitos especiais bem elaborados, mas está longe de ser uma produção sensacional, Surpreendente o Oscar de melhor Diretor para Ang Lee... Mas está longe ser comparado com Lincoln, Argo ou até mesmo Django Livre...

    ResponderExcluir
  11. NAO GOSTEI QUANDO ACABEI DE VER DEPOIS FUI PENSAR E DE FATO O FILME É MUITO BOM, POREM NAO TINHA FEITO O PARALELO DE PI SENDO DEUS , SOMENTE VI PI COMO O TIGRE, NA VERDADE VOCE PODE PENSAR DE DUAS FORMAS...MAS MUITO BACANA.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...