quarta-feira, 24 de abril de 2013

Resenha - Uma Curva na Estrada de Nicholas Sparks


Nicholas Sparks, sendo um dos meus autores favoritos, é difícil escrever um livro que eu não goste tanto, mesmo tendo os seus livros mais fraquinhos. No caso de Uma Curva na Estrada, é uma história que eu gostei bastante e recomendo, apenas achei que os últimos capítulos perderam um pouco o foco do enredo em geral.


É um autor muito amado, mas que também tem muitos leitores com um pé atrás quanto a ele. É certo dizer que os livros dele seguem o mesmo estilo, tem a mesma fórmula e receita, mas algo é notável: ele sempre traz algo novo para os leitores. Em Uma Curva na Estrada, o protagonista se chama Miler Ryan, um subxerife, que é acertado pela fatalidade de perder sua esposa e ter que cuidar sozinho de seu filho Jonah - semelhante à Um Porto Seguro quanto á viuvez do personagem principal - Miles jura que vai encontrar o causador da morte de sua esposa, um acidente que ele acredita ter sido um crime, e que até agora é misterioso... mas se passam dois anos e Miles se conformou com a morte de sua esposa Missy, mas nunca se envolveu em algum relacionamento depois do fato, até conhecer Sarah Andrews, a professora de seu filho, que se voluntaria a dar aulas de reforço a Jonah e melhorar seu desempenho escolar. Mas Sarah possui seu próprio passado, e após se separar do "homem de seus sonhos", ela não quer mais se envolver com outros homens, sabendo que o seu segredo irá fazer todo o amor acabar, mas enquanto vai conhecendo mais a fundo Miles, os dois começam a criar laços de amor, e não tarda eles se declararem um ao outro. Mas tudo muda quando o assassino de Missy está mais perto do que eles esperavam.

Uma Curva na Estrada foi uma leitura agradável e simplesmente mostrou como Sparks consegue unir suspense e romance. Aqui temos alguns capítulos narrados do ponto de vista do assassino, que só servem para nos impulsionar na leitura e tentar descobrir quem verdadeiramente matou Missy, e se foi somente um acidente. Não é um tipo de livro que te levará às lágrimas, até mesmo porque eu senti um pouco da falta de romance neste livro, em relação à Miles e Sarah. É claro que no começo do livro, enquanto eles vão se conhecendo e tudo mais, o romance, como foco do livro, é bastante intenso - e muito - , mas da metade para o final, senti que a personagem de Sarah foi um pouco esquecida, e Miles só tinha olhos para resolver o caso de Missy após ter novas pistas em anos. Isso não torna o livro ruim, mas fiquei um pouco incomodado, pois Miles se torna quase um homem insano, sem raciocinar nada, apenas agindo por impulso, e tendo como alvo o seu antagonista na cidade pequena de New Bern: Otis Timson.

O suspense se mantém até o final do livro envolvendo o verdadeiro assassino de Missy, e mesmo eu já tendo acertado logo no começo do livro quem era o causador da morte da ex-mulher de Miles, o desfecho é satisfatório. Uma Curva na Estrada pode ser "mais um" livro do Nicholas Sparks. E é. Mas o melhor de tudo é a mensagem que é passada: sem perdão não há amor, e sem amor não há perdão. Quem ama perdoa, e quem perdoa, ama.

***

Ficha do Livro:

Título: Uma Curva na Estrada (A Bend in the Road)
Autor: Nicholas Sparks
Tradutor: Fernanda Abreu
Editora: Arqueiro
Página: 304
Ano: 2013








Outras Capas:

   

9 comentários:

  1. Ai não consigo me empolgar com Sparks. Como vc disse, até o mistério dá pra solucionar logo de cara. Não entrou pra wishlist :/
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sparks é um autor para amar e odiar. Para mim, "Uma Curva na Estrada" não é o melhor livro do autor, mas passa longe de ser "fraquinho".

      Excluir
  2. Ouvi dizer que este é um dos melhores livros do autor, tem um pouco mais de sal. Se eu tivesse saco para começar a ler Nicholas Sparks, começaria por Uma Curva na Estrada, mas não no momento.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Para mim não é um dos melhores livros do autor - acho que "Um Porto Seguro" é o melhor livro dele que já li - mas também não é uma história fraca. O problema foi a metade pro final do livro... o romance ficou meio de lado e o suspense - que acredito não ser o foco principal do livro - ficou muito frisado. É um livro bom de se ler e ótimo pra quem quer começar ler Sparks.

      Excluir
  3. Oie Joshua
    estou com bastante expectativa para ler esse livro, já que será meu segundo livro do Nicholas e também porque só tenho lido resenhas positivas dele.
    ótima resenha
    bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um livro que eu gostei bastante e espero que você goste também :D

      Excluir
  4. Apesar de saber que o Sparks tem uma receita pronta e não ver problema algum nisso (assim como não vejo nos livros do Patterson), acho que ele peca apenas ao criar personagens semelhantes a de seus outros livros. De qualquer forma, seus livros são sempre desejados e esse não poderia ser diferente, ainda que não o melhor.

    Abraços!
    Ricardo - www.blogovershock.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, mesmo com essa "fórmula Sparks", os livros do autor são muito bons, apesar, de como você apontou, ele parecer repetir seus personagens, o que parece que só muda o nome e algumas características! Mesmo assim, acredito que Nicholas Sparks sabe dosar bem o romance em seus livros com outros elementos.

      Excluir
  5. Oi adorei.. muito obrigado, amei a maneira que vc usou para descrever essa resenha...me fez se interessar pelo livro....mas vc já leu o livro reverso escrito pelo autor Darlei... se trata de um livro arrebatador...ele coloca em cheque os maiores dogmas religiosos de todos os tempos.....e ainda inverte de forma brutal as teorias cientificas usando dilemas fantásticos; Além de revelar verdades sobre Jesus jamais mencionados na história.....acesse o link e leia a sinopse.
    shopping.uol.com.br/e-book-reverso_2631732.html

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...