segunda-feira, 30 de abril de 2012

Resenha - A Volta ao Mundo em 80 Dias de Júlio Verne


Do consagrado autor, Júlio Verne, que escreveu inúmeras obras de ficção científica, e todas elas foram prestigiadas em todo o mundo, A Volta ao Mundo em 80 Dias possui o mesmo resultado, característico da escrita do autor: uma leitura espetacular!

Tudo começa como cavalheiro Fíleas Fogg, homem bem metódico quanto ao tempo, que faz tudo conometrado,  que faz parte do Clube Reformador de Londres, onde joga com outros amigos e passa o tempo, pra depois voltar para sua casa, pontualmente.
Quando Fogg e seus amigos, no meio de uma conversa, fazem uma aposta sobre que Fíleas conseguisse, dentro de 80 dias, dar a volta ao mundo e chegar pontualmente no Clube. Caso contrário, teria que pagar 20 mil libras! Fíleas, todo confiante, parte em viagem junto ao seu fiel empregado, João Faz-Tudo. Quando pegam o primeiro navio iniciando a viagem, um detetive os persegue por todo o caminho, alegando que Fíleas Fogg era um bandido que roubara, exatamente em um banco, 20 mil libras!

Um ponto que quero ressaltar: Verne de alguma forma não perde o ritmo da história, que se desenrola sem impedimento e já te prende na primeira página. Eu já tive a oportunidade de ler outras obras do autor, e em todas elas, sempre tive o prazer de dizer: esse é um ótimo livro!

No decorrer da viagem - com o detetive Fix Finge indo logo atrás - os dois personagens se metem em muitas aventuras em muitas terras desconhecidas, conhecem pessoa um tanto amigáveis e outras um tanto traiçoeiras. A aventura dá uma reviravolta, quando Fogg decide salvar, em território indiano, a vida de uma bela mulher que será sacrificada a um deus, em um ritual. Faz-Tudo que tem destaque nesta parte, salvando a moça Aúda. Logo os três - com o detetive atrás - continuam a viagem, e mais reviravoltas acontecem. O tempo - 80 dias - está se esgotando rapidamente, e gastar um minuto poderá trazer drásticas consequências.

Eu simplesmente nem tenho palavras para descrever A Volta ao Mundo em 80 Dias. E no final, a verdade sempre esteve diante de nossos olhos e nem nos ligávamos nesse ponto. É claro que quem já teve aulas de geografia vai entender bem a explicação de Verne no final, mas o que é legal, é que tudo faz sentido em todo o tempo! Pode ser meio estranho você entender agora, mas quando ler o livro, tudo vai ficar claro.

Os personagens são bem construídos e possuem personalidade. Fíleas Fogg chega até ser sombrio, em nenhum momento da viagem quando passava por certos perigos ele deixava transparecer medo ou tristeza, ou qualquer outro sentimento. Sempre estava com uma expressão forte e decidida, e nunca se deixava abalar pelos imprevistos da viagem.
Quanto a João Faz-Tudo, o criado de Fogg, é um alívio cômico para a série, na verdade, muitas vezes é ele que se mete em encrencas, mas sabemos que tem um bom coração e fidelidade ao seu patrão. Não mede esforços para ajudar Fogg na viagem, e quando salvou Aúda do sacrifício humano, provou ainda mais o seu puro caráter!
Sobre Aúda, quase não possui uma fala no livro. Sempre calada, pouco se sabe sobre ele, apenas que ficou viúva de um velho príncipe, e logo depois levada a um sacrifício humano em honra ao deus hindu, Cali. Faz-Tudo a salva por pouco, e no decorrer da viagem parece se interessar por Fíleas. Apenas no final "ouvimos" sua voz, mas mesmo assim, acho que ela poderia ser um pouco mais explorada.
E como antagonista, o detetive inglês Fix Finge se "junta" ao grupo na viagem ao volta ao mundo em 80 dias, e querendo logo prender o "ladrão", que presumi ser Fogg, faz de tudo para pega-lo, até se disfarça de amigo, armando uma cilada para o cavalheiro. No final, tudo se resolve... mas é claro, tudo tem seu preço!

Enfim, uma ótima leitura que recomendo a todos! Sinceramente, Júlio Verne sempre acerta!

7 comentários:

  1. Por incrível que pareça, sempre tive curiosidade de ler um livro de Júlio Verne, mas não tive a chance. Nem mesmo na escola esse ivro era escolhido, o que é uma pena :/

    Espero ter a oportuniade de ler. Suas palavras mostram que é um livro incrivel.

    Parabéns pela resenha \o/

    Abraços, Joshua.
    Ricardo - www.overshock.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia em si o enredo, mas já tinha ouvido falar. Agora me despertou mais interesses pela leitura...^^

    ótimas colocações que deixa a nós leitores com vontade pela leitura.

    parabéns

    Philip Rangel
    Entrando Numa Fria

    ResponderExcluir
  3. Oi Joshua
    Nunca li nada do autor, mas como sempre vc consegue me deixar curiosa com as suas resenhas.
    Quando tiver oportunidade irei ler o livro sem dúvidas
    bjos

    ResponderExcluir
  4. Nssa,sou muito fã do Verne, fiz até recentemente um post sobre ele.
    Até porque recentemente eu peguei uma edição colorida de Volta ao mundo em 80 dias e integral, tão linda. Realmente, a narrativa dele tem um ritmo ótimo.

    Por favor senhorita

    ResponderExcluir
  5. Olha, já tentei ler esse livro 2 vezes, mas abandonei, a historia parece bem legal, mas achei meio cansativa a forma de descrever as coisas que o autor usou. Do Verne, só li Viagem ao centro da terra, e por ele eu me apaixonei, mas Volta ao mundo em 80 dias eu não gostei muito. Bjs, e parabens pelo blog! http://alanahomrich.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Realmente, concordo com a Eduarda. Este livro é meio cansativo. Parei de ler na metade do livro

    ResponderExcluir
  7. Ele pode ser cansativo, mais é maravilhoso.... amoooooo vale a pena ler..

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...